João Azevêdo (direita) anunciou que aplicativo usado pelo governo da Paraíba vai ser compartilhado com estados da região — Foto: Divulgação/Secom-PB

Um convênio assinado pelo Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste) vai permitir que o aplicativo que permite a consulta de preço de produtos vendidos no comércio mantido pelo governo da Paraíba seja compartilhado para outros estados da região. O convênio foi assinado durante o encontro do Consórcio Nordeste, na segunda-feira (16), em Natal, no Rio Grande do Norte.

Na Paraíba, o ‘Preço da Hora’ permite pesquisar o valor de quase um milhão de itens comercializados em 121.590 estabelecimentos distribuídos nos 223 municípios do Estado. Segundo informações citadas pelo governador da Paraíba no encontro dos governadores do Nordeste, João Azevêdo (PSB), mais de 200 mil pessoas já baixaram o aplicativo e fazem uso com frequência, pesquisando e denunciado problemas na oferta.

“Estamos passando para outros estados a fim de criar um outro patamar dentro do serviço público para economizar recursos humanos e financeiros. O Tribunal de Contas da União já manifestou o interesse de conhecer o aplicativo através de um acórdão para que os estados possam utilizá-lo com segurança jurídica”, frisou.

A ferramenta de transparência é resultado de uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Fazenda (Sefaz) e da Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (Codata), do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) e da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Não foi informado o prazo para a expansão do aplicativo para os demais estados da região. O governador da Bahia e presidente do Consórcio Nordeste, Rui Costa (PT), comentou que além de prestar um serviço à sociedade, indicando os produtos mais baratos, também ajuda o estado a fiscalizar os tributos cobrados nas transações comerciais.

Além de João Azevêdo e Rui Costa, o encontro contou com a presença dos governadores Paulo Câmara de Pernambuco; Wellington Dias do Piauí; Flávio Dino do Maranhão; Belivaldo Chagas de Sergipe); além da governadoras Fátima Bezerra do Rio Grande do Norte e Izolda Cela, governadora em exercício do Ceará. As informações são do G1 Paraíba.