STF tornar Aécio réu sob acusação de corrupção passiva e obstrução

Foto internet

Com quatro dos cinco votos já anunciados, a maioria da 1ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) votou por receber a denúncia apresentada pela PGR (Procuradoria-Geral da República) contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), sob acusação crimes de corrupção passiva e obstrução de Justiça. Se a peça for aceita ao fim da votação, o senador se tornará réu pela primeira vez.

O voto do relator do inquérito, Marco Aurélio Mello, foi acompanhado pelos ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luis Fux. Faltam votar os ministros Luiz Fux e Alexandre de Moraes. A denúncia contra Aécio, sua irmã Andrea Neves e outros dois acusados, baseada na delação de executivos do grupo JBS. Apenas se houver o recebimento da peça é que se instaura oficialmente uma ação penal em que os réus serão julgados.

Os ministros consideraram que há indícios suficientes para converter a denúncia em ação penal.t

Com Folha de São Paulo

MST ocupa no Guarujá Triplex atribuído a Lula

O pré-candidato à Presidência e coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) Guilherme Boulos (PSOL), acompanhado de integrantes do grupo, ocupou na manhã desta segunda-feira, 16, o tríplex do Guarujá atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Lava Jato.

“É uma denúncia da farsa judicial que levou Lula a prisão. Se o tríplex é dele, então o povo está autorizado a ficar lá. Se não é, precisam explicar porque ele está preso”, disse Boulos nas redes sociais.

Desde as 9h, ele transmitia ao vivo o ocupação em sua página no Facebook. A também pré-candidata Manuela D’Ávila (PCdoB) manifestou-se a favor do ato em sua conta no Twitter, assim como o senador Lindbergh Farias.

Com Estadão

Vice-Prefeita de Jacaraú anuncia pré-candidatura a Deputada Estadual

Foto arquivo assessoria

A vice-Prefeita da cidade de Jacaraú, litoral norte da Paraíba, Adriana Souza (MDB), anunciou na tarde da última quinta-feira (12), por meio de sua assessoria de imprensa, que aceitou o convite do Senador Zé Maranhão para concorrer a uma vaga à Assembleia Legislativa do Estado, nas próximas eleições. 

Segundo informações, Adriana Catolé, como é popularmente conhecida, se reunirá com o Senador já na próxima semana para fechar alguns acordos. 

Desejando ser a representante do Vale do Mamanguape e Brejo na ALPB, ela fará dobradinha na campanha com o também pré-candidato a Deputado Federal  Leonardo Gadelha.

Adriana Catolé tem se destacado no cenário político da região e além de Jacaraú, estaria articulando apoios com líderes políticos das cidades de  Pedro Régis, Logradouros, Caiçara, Rio Tinto, Mamanguape, Belém e Mulungu. 

Adriana Catolé foi secretária da Assistência Social até maio do ano passado, quando foi exonerada, rompendo assim com o grupo do Prefeito Elias Costa (MDB).

Adriana tem realizado varias ações beneficentes, entre elas a doação de um carro para uma comunidade rural e perfurações de poços artesanias, realizadas por intermédio do Senador Maranhão.

ManchetePb

Em Jacaraú, suposto salários atrasados motiva briga entre secretário e servidor

Na tarde da última quinta-feira (22) o secretário de Transportes da Cidade de Jacaraú, senhor Edilson Lopes, popular Lavandeira, teria se envolvido em uma confusão e supostamente demitido entre insultos um dos motoristas da Prefeitura Municipal.
Segundo informações de testemunhas, Gilvan de Souza, que trabalha como motorista há quase 13 anos, sofreu assédio moral por parte do Secretário Lavandeira. O atrito teria acontecido em praça pública, no centro da Cidade, quando o Secretário teria se alterado e aos berros e xingamentos, humilhado o servidor público. Ainda segundo informações de testemunhas, Lavandeira tomou a chave do ônibus que Gilvan conduzia e pediu que o mesmo se retirasse do veículo. O Secretário supostamente teria garantido que a partir dali, Gilvan não faria mais parte do quadro de funcionários.
O motivo da confusão teria sido a cobrança por parte de Gilvan de três meses de salários em atraso.
Em áudio compartilhado em rede social, o Secretário Lavandeira desmente a versão das testemunhas e afirma que na verdade ele é que foi desrespeitado. Segundo Lavandeira, o servidor estava atrasado e após sua cobrança por telefone, Gilvan o teria agredido com palavras de baixo calão. Nossa equipe procurou ouvir a versão do Secretário, mas ele estava fora da Cidade, e garantiu que esclareceria os fatos em outra oportunidade.
Entramos em contato com Secretário de Administração, senhor Emílio Junior, para apurar a informação de atraso salarial. Emílio Junior, que antes respondia pela chefia de gabinete, disse que tomou posse do cargo recentemente, não explicou o motivo do atraso, mas garantiu que o problema de Gilvan já estava resolvido. Direto de Brasília, onde está em viagem oficial, o Prefeito Elias Costa se solidarizou com o servidor e disse que os fatos seriam averiguados para posterior esclarecimento. Ele confirmou a declaração de seu Secretário de Administração, mas também não explicou o motivo, ou se há atrasos salariais.
Entramos em contato com o motorista Gilvan e fomos recebidos por sua esposa, senhora Daniela Gomes, que estava presente no momento da confusão. Daniela confirmou a humilhação pública sofrida pelo marido e narrou às dificuldades que a família tem passado. “Há quase três meses ele (Gilvan) não recebe seu salário, mas não deixou de trabalhar um só dia. Só não estamos passando fome porque temos auxílio de familiares, mas todas as nossas contas estão atrasadas. Pra piorar, ainda tenho que testemunhar meu marido sendo chamado de vagabundo pelo Secretário de Transportes. Isso é um absurdo!”- declarou ao ManchetePB.
Embora o Prefeito e o Secretário tenham declarado ao público a resolução do problema, para Gilvan e Daniela informaram que os salários só poderão ser pagos no próximo dia 28. Ainda segundo ela, a família foi procurada na manhã desta sexta-feira (23) pelo Secretário Lavandeira, para que Gilvan declarasse em público que os dois já haviam se entendido e que retornasse ao trabalho, mas o servidor afirma que não fará qualquer declaração ou retornará ao trabalho, antes que seus proventos sejam pagos.
Após o caso de Gilvan, nossa equipe recebeu diversos outros relatos de servidores denunciando atrasos em seus salários, são motoristas, pedreiros e até professores. Em declaração, os vereadores de oposição informaram que já estão cientes dos fatos e que levarão a denúncia ao Ministério Público.

SOLIDARIEDADE

A confusão pública gerou consternação e revolta popular. Alguns estudantes universitários, que testemunharam o fato, exigem a troca do Secretário por parte da gestão e o retorno de Gilvan ao trabalho. Em solidariedade, várias campanhas estão sendo feitas em favor do motorista.
Hoje, cerca de R$ 950,00, resultado de uma vaquinha entre amigos, foi entregue ao servidor para pagar contas de água e luz em atraso. Cestas básicas também foram entregues por colegas motoristas.

Daniela e Gilvan (ao centro) recebendo dinheiro da vaquinha feita por amigos

ManchetePB

Segunda edição do bloco “Mamãe eu quero” promete arrastar multidão

Já dizia o ditado: o que é bom se repete; pensando assim a organização do Bloco mais animado do Vale do Mamanguape promete mais alegria e diversão na segunda edição do evento que acontecerá no próximo dia 01, como uma prévia do carnaval.

O Bloco carnavalesco “Mamãe eu quero”, foi idealizado pelo jovem Thiago Carioca e já em sua primeira edição em outubro do ano passado, surpreendeu a todos arrastando uma verdadeira multidão pelas ruas da Cidade. Democrático, o Bloco se destaca por não vender  abadar e permitir a participação livre.

Com o apoio de vários patrocinadores do setor público e privado, o bloco sairá no próximo dia 01 (quinta-feira), com concentração a partir das 18h00 em frente ao Ginásio “O Lisboão”, de onde os foliões deverão percorrer as principais ruas da Cidade puxados pelo trio Pedreira até o Largo da Vidal de Negreiros, no centro.

Os organizadores garantem segurança e ordem e para isso contam com o apoio da Polícia Militar. “Àqueles que quiserem participar, é só trazer sua alegria”- disse Thiago Carioca.

ManchetePB

PMJ entregará arena esportiva e município será palco da Copa Nordeste de Beach Soocer

Secretários Nanan (Esportes) e João Fernandes (Infraestrutura), avaliando os últimos detalhes antes da inauguração

A Prefeitura de Jacaraú se prepara para entregar aos munícipes a primeira obra da gestão do prefeito Elias Costa, a arena esportiva “Márcio Rodrigues de Almeida” será inaugurada na tarde desta terça-feira (12).

Um equipamento que há muitos anos foi o sonho dos desportistas local, será palco do maior torneio da modalidade beach soocer: a Copa Nordeste. Durante quatro dias delegações de seis Estados (PB, PE, AL, SE, RN, PI) competirão pelo título brasileiro.

A solenidade, prevista para iniciar às 18h00 terá apresentações culturais, esportivas e deve ser prestigiada pelos presidentes da Confederação Brasileira de Beach Soocer, senhor Rodrigo Royo, da Federação Paraibana de Beach Soocer, senhor Ailton Cavalcanti, além das falas das autoridades, o Prefeito Elias Costa, e dos secretários de Esportes e Infraestrutura, Carlos Gerônimo (Nanan), João Fernandes, respectivamente.

A arena esportiva levará o nome de “Márcio Rodrigues de Almeida”, uma justa homenagem a um atleta jacarauense, morto em um acidente em 2012.

O valor do investimento não foi informado, mas a obra foi realizada com recursos próprios da PMJ. A final dos jogos está prevista para às 19h00 do próximo sábado (16). A expectativa da PMJ é de que o evento atraia um grande público para o município de Jacaraú. O torneio abre caminho para campeonatos locais de outras modalidades, que já estão sendo organizados pela Secretaria.

ManchetePB

IOEB em Jacaraú cai no primeiro ano de mandato do prefeito Elias Costa

Foi divulgado nesta quinta-feira (07/12) o mais novo Índice de Oportunidades da Educação Brasileira, o IOEB, que aponta a situação da educação nos estados e municípios brasileiros, tendo em vista o aperfeiçoamento educacional.

O IOEB – Índice de Oportunidades da Educação Brasileira é um índice único para cada local, que engloba toda a educação básica, bem como todos os moradores locais em idade escolar, e não apenas os que estão efetivamente na escola.

De acordo com o ranking apresentado pelo IOEB, em 2015 o índice de Jacaraú era de 4.0 o que colocava o município em 3538º posição. Com a queda do IOEB em 2017, Jacaraú cai para a 4224º posição no ranking nacional.

Comparado a Municípios da região como Belém e Caiçara, cujos prefeitos também estão em seu primeiro ano de mandato; Jacaraú, administrado pelo prefeito Elias Costa, foi o único que sofreu queda no índice, como confirma a tabela abaixo. Em Belém, município administrado pela prefeita Renata Christinne, o índice subiu de 3.7 para 4.1. Por sua vez, o município de Caiçara, que tem como chefe do executivo o prefeito Hugo Alves, conseguiu manter o índice anterior de 3.4.

Já o índice do Estado da Paraíba subiu de 4.1 para 4.3, no geral os municípios brasileiros elevaram seus índices de 4.5 para 4.7.

 

O índice é baseado nos indicadores de resultado e de insumos, como qualidade dos professores, experiência dos diretores, tempo de jornada na escola das crianças e taxa de atendimento na educação infantil. O Índice de Oportunidades da Educação Brasileira, organizado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), em parceria com o Instituto Península, Fundação Roberto Marinho, Fundação Lemann e Instituto Natura, é executado pela consultoria METAS Sociais.

O IOEB  tem como objetivo apresentar práticas que contribuam para o aperfeiçoamento educacional nas cidades ou estados. O Estudo identifica e oferece oportunidades que servem de inspirações a outros gestores educacionais na abordagem das questões que indivíduos enfrentam em diversas regiões. Os dados estão disponíveis no site do IOEB e pode ser acessado pelo ioeb.org.br.

Pery Camilo com informações de ioeb.org.br

TCE aponta erro da contabilidade no lançamento de gastos com combustíveis em Jacaraú

No último dia 20 compartilhamos em nosso site matéria do renomado portal de notícias G1 Paraíba que noticiava em sua publicação a lista dos Municípios paraibanos que serão investigados pela ineficiência dos gastos com combustíveis, entre eles Jacaraú, no Litoral Norte.

Nesta quinta-feira (29), nossa equipe foi contactada de maneira oficiosa pela chefia de gabinete da Prefeitura de Jacaraú, pedindo retratação e informando que ocorreu um erro por parte do TCE no modelo de definição de parâmetros dos gastos de combustíveis para o Município. A informação foi confirmada e descrita em um relatório, onde o TCE anexa a devida correção.

Após as devidas correções, o TCE, após análise, segue o relato informando que verificou que algumas despesas com combustíveis não foram devidamente lançadas pela contabilidade do Município. Assim, o Sagres Combustível que apontava para um gasto de R$ 489.615, 28 (quatrocentos e oitenta e nove mil, seiscentos e quinze reais e vinte e oito centavos) agora apresenta gasto superior, desta feita num montante de R$ 511.935,20 (quinhentos e onze mil, novecentos e trita e cinco reais e vinte centavos).

Abaixo a imagem do relatório enviado pelo TCE à chefia de gabinete da PMJ que apresenta as informações:

ManchetPB

 

 

 

 

Família vai parar em Delegacia após trote de falso doador de campanha beneficente

A campanha de solidariedade que envolveu o Vale do Mamanguape em favor do menino Nícolas, sofreu um baque na tarde desta terça-feira (21). A criança de apenas 11 meses de vida tem craniostenose (uma deformação no crânio que pode provocar problemas de visão e cognitivo) e precisa urgentemente passar por uma intervenção cirúrgica.

Para custear as despesas, R$21 mil reais para a intervenção e R$ 12 mil para os cuidados pós-operatório, totalizando R$ 33 mil reais, os familiares e amigos se uniram em uma campanha que mobilizou várias Cidades. Seguindo a agenda de programação para mobilização social, os pais do menino Nícolas estiveram participando esta manhã do jornalístico da Rádio Talismã FM (Belém), quando foram surpreendidos por um suposto doador anônimo.

Por telefone o falso benfeitor ofereceu custear todas as despesas da cirurgia e ainda orientou os familiares a buscarem imediatamente um Hospital em João Pessoa. Seguindo as orientações que eram diretamente passadas via telefone a um primo da criança, o farsante chegou a marcar a cirurgia junto ao setor administrativo da Clínica médica.

Após algumas horas de espera, o valor não era transferido, levantando suspeitas. Por fim, em uma mensagem com uma justificativa sem uma mínima lógica, o farsante dizia que não poderia mais ajudar. Uma brincadeira sem graça que gerou uma decepção enorme nos envolvidos e uma lacuna nas expectativas.

Já no início da noite, os familiares estiveram na DPC de Mamanguape para prestar queixa e as medidas cabíveis para identificação do farsante e serão tomadas.

Cerca de R$ 26 mil reais dos R$ 33 mil precisos já foram arrecadados. O valor em conta permitiu que os familiares marcassem a cirurgia para a próxima sexta-feira (24), e para conseguir o valor necessário para a meta, várias ações estão programadas, entre elas um show com artistas jacarauenses no próximo sábado (25) e um bingo no domingo (26), no centro da Cidade.

O outro lado da história

Na contra mão de toda essa história de terror, durante a entrevista na Rádio Talismã, uma multidão se aglomerava nas dependências do local para colaborarem com a campanha. Em pouco mais de uma hora R$ 1.444, 00 (um mil quatrocentos e quarenta e quatro reais) foram arrecadados. Pessoas de todas as idades, credos e classes sociais estiveram presentes para levarem a sua contribuição e sua palavra de conforto.

Um dia de muita emoção que foi marcado pelo paradoxo dos sentimentos humanos. Após um momento de angústia e decepção, a campanha em favor do menino Nícolas ganhou ainda mais força. As ações seguem com um brilho ainda maior e a certeza que por fim o bem e o amor ao próximo sempre prevalecem.

Se quiser contribuir você pode depositar qualquer valor na Conta corrente número: 12021-9; Agência: 2191-1, do Banco do Brasil, em nome de Saulo Clemente Costa (Saulo é primo dos pais de Nícolas e organizador da campanha).

Pery Camilo

Jacaraú e mais 19 municípios serão investigados por gasto excessivo com combustíveis

Vinte municípios da Paraíba estão na Matriz de Risco dos gastos em combustíveis em 2017. Os dados, até o mês de setembro, são do Sagres Combustíveis do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB). Segundo o presidente do tribunal, conselheiro André Carlo Torres Pontes, essas cidades devem ser alvo de investigação dos auditores.

Entre os municípios da nossa região estão Jacaraú e Logradouro.

“Os municípios com baixo índice de eficiência estão gastando muito e vão ser investigados. Eles estão muito ruins em eficiência e vão ter seus gastos com combustível analisados”, explicou o conselheiro.

Confira a posição no Ranking dos piores índices de eficiência na Paraíba, em 2017 (%).

A lista dos municípios com os piores índices de eficiência do estado é encabeçada por Cruz do Espírito Santo, com um índice de 18%. Logo em seguida parecem Ingá (19%) e Parari (20%). O índice de eficiência leva em consideração as despesas totais com combustíveis e o índice de necessidades dos municípios.

De acordo com os indicadores do Sagres Combustíveis, Parari já gastou, até setembro, R$ 369,47 por habitante em 2017, a maior despesa per capita do estado. Em todo o ano de 2016, esse número chegou a R$ 533,64 por habitante.

Por outro lado, 11 municípios atingiram o índice de eficiência máximo, de 100%: Cajazeiras, Pombal, Patos, Igaracy, Ibiara, Remígio, Araruna, São Sebastião de Lagoa de Roça, Campina Grande, Sapé e Bayeux.

Despesas com combustíveis

Em todo o estado, os municípios gastaram mais com o combustível biodiesel em 2017. Foi um total de R$ 46,87 milhões, que corresponde a 51,1% das despesas totais com combustíveis. A gasolina foi o segundo produto mais comprado, com gastos de R$ 39,12 milhões, o equivalente a 42,7% do total. Em seguida aparecem o óleo diesel, com R$ 4,80 milhões (5,2%), e o álcool, R$ 857,59 mil (0,9%).

Esses gastos dos municípios com combustíveis são principalmente destinados à saúde (29,35) e educação (27,9%). Também têm participação expressiva na distribuição dos gastos o urbanismo (13,6%), a administração (13,2%) e a agricultura (10,9%).

As informações são do G1.