Agentes políticos de Guarabira não terão aumento de salário por quatro anos

Girassol
Bancada dos Girassóis foi a primeira a se manifestar contra o aumento

O próximo prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários de Guarabira (PB) não terão reajuste salarial pelos próximos quatro anos. Foi o que decidiu na tarde desta terça-feira (14) a Câmara Municipal.

Pela proposta, os ocupantes dos cargos eletivos do quadriênio 2017/2020 receberão os valores pagos atuante.

O projeto de lei previa que os vencimentos do prefeito passaria dos atuais R$ 18.000,00 para R$ 22.600,00, do vice-prefeito dos atuais R$ 9.000,00 para R$ 11.300,00, dos secretários passaria dos atuais R$ 4.256,00 para R$ 5.400,00 e os vereadores dos atuais R$ 6.000,00 para R$ 9.450,00.

A Bancada dos Girassóis, composta pelos vereadores Beto Meireles, Marcelo Bandeira, Lucas Porpino, Jader Filho, Gerson Cândido e Severino Bica, foi o primeiro agrupamento a se manifestar contrário a aprovação do projeto que foi submetido a apreciação do plenário, tendo sido reprovado. Com isso, os salários permanecerão os mesmos por mais 4 anos.

Em seus discursos, os parlamentares justificaram que aumentar os salários dos agentes políticos diante da atual crise econômica nacional, seria uma contradição sem precedentes, principalmente por que o gestor municipal vem deixando de pagar o 1/3 de férias aos funcionários municipais e até inviabilizou qualquer tipo de reajuste para os servidores da edilidade. Se não pode para as categorias funcionais, por que poderia para os políticos, bradou um vereador.

Rafael San

Moradores do Pirpiri apresentam a Josa e Beto suas prioridades

Plenária Pirpiri
Plenária aconteceu no salão comunitário do Pirpiri

Aconteceu no distrito do Pirpiri, na manhã deste domingo (12), mais uma plenária popular com objetivo de colher propostas para serem inseridas no plano de governo do pré-candidato a prefeito Josa da Padaria (PSB) e de Beto Meireles (PDT) a vice-prefeito do município de Guarabira.

Moradores da localidade e das comunidades rurais adjacentes, tiveram a oportunidade de apresentar suas demandas. A plenária elegeu como prioridades a recuperação do ginásio de esportes do Pirpiri, adoção de políticas de incentivo ao homem do campo, pavimentação de ruas, construção de um campo de futebol, melhoria na distribuição de medicamentos no PSF, sanear esgotamento nas ruas do Pirpiri, entre outras.

Josa da Padaria (PSB) e Beto Meireles (PDT), pré-candidatos a prefeito e vice, respectivamente, os vereadores Jáder Filho (PSB), Marcelo Bandeira (PSB) e Bica (Solidariedade) e os pré-candidatos a vereador ouviram atentamente a todos que se inscreveram para falar na plenária.

Rafael San com Jota Alves

Professor Raimundo projeta mandato comprometido com a educação de Guarabira

professor Raimundo
Professor Raimundo Macedo na Câmara Municipal

Com larga experiência na área de educação, tendo lecionado, gerenciado escola e recentemente a secretaria de educação do município nos últimos três anos, o professor Raimundo Macedo pretende pautar a educação como prioridade num futuro mandato na Câmara Municipal de Guarabira.

Defensor de uma política educacional mais inclusiva, professor Raimundo pretende reunir os anseios da categoria como suporte de sua atuação política. “Quero ouvir sugestões dos profissionais que vivem o cotidiano das escolas para elaboração de uma plataforma de atuação legislativa”, sintetizou Raimundo.

Outro desafio de Raimundo Macedo é catalogar as demandas ainda urgentes para transformar em futuros projetos de lei. “Nossa experiência é resultado de uma vivência dos muitos desafios da sala de aula, direção e secretaria, isso contará bastante para defender a educação como uma política pública cada vez mais prioritária”, pontuou o professor.

Professor Raimundo Macedo está filiado ao PSDB e chama para si a responsabilidade da defesa da educação municipal num futuro mandato na Casa Osório de Aquino.

Rafael San

Governo da Paraíba vê “tom político” em nota divulgada por ministro do PSDB

Bruno-Araújo-e-Cássio-Cunha-Lima
Ministro Bruno Araújo com o senador Cássio Cunha Lima

O Governo da Paraíba divulgou, neste sábado (11), nota lamentando a postura do ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), que determinou o bloqueio de R$ 17,5 milhões dos cofres do tesouro estadual. O dinheiro, que já havia sido anteriormente depositado, era destinado à conclusão da obra do viaduto Eduardo Campos, popularmente conhecido como ‘Viaduto do Geisel’.

Na sexta-feira (10), o ministro divulgou uma nota alegando que o Governo da Paraíba vinha tendo da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) um tratamento “privilegiado”.

Para o Governo da Paraíba, a nota emitida pelo ministro do PSDB, que na semana passada esteve em visitando obras em Campina Grande, tem um “tom político”.

Ainda na nota, o governo estadual diz que não se submeterá a eventuais perseguições por parte da gestão do presidente interino Michel Temer (PMDB-SP). “A Paraíba não será submissa a qualquer tipo de perseguição. E continuará na luta por recursos e obras para diminuir uma desigualdade de décadas provocadas pela omissão, inércia e abandono de governos que colocaram”, enfatiza o texto.

Leia abaixo a nota na íntegra divulgada pelo Governo da Paraíba:

NOTA

O Governo do Estado da Paraíba vem a público lamentar a postura do ministro das Cidades, deputado federal Bruno Araújo (PSDB-PE), a respeito do tratamento dispensado à Paraíba e mais especificamente à obra do viaduto do Geisel, uma das mais importantes intervenções em mobilidade urbana em execução no Estado, com vistas a melhorar o trânsito na região metropolitana de João Pessoa.

Por meio de nota enviada à imprensa nesta sexta-feira (10), o Ministério das Cidades confirmou o bloqueio de R$ 17,5 milhões, que já haviam sido anteriormente depositados para conclusão da obra.

Atualmente, o viaduto governador Eduardo Campos vem sendo executado exclusivamente com recursos do Tesouro estadual na ordvem de R$ 18 milhões. A obra já conta com 58% dos trabalhos concluídos, conforme atesto dos laudos técnicos da Caixa Econômica Federal. Mas, infelizmente, do Governo Federal, apenas pouco mais de R$ 200 mil foram liberados.

Em nota com tom político, o ministro acusou o governador Ricardo Coutinho de querer “tratamento privilegiado” para a Paraíba, argumento que não reflete a verdade, uma vez que a maioria das obras hoje executadas no Estado depende muito mais dos recursos do Tesouro estadual, diferentemente das parcerias fechadas entre o Governo Federal e outros estados brasileiros.

Lamentavelmente, o ministro Bruno Araújo faz uma avaliação frágil e comete o deslize de criticar um governador que busca recursos para obras e trabalha, incansavelmente, em benefício do Estado.

Em sua missão institucional de assegurar e manter o desenvolvimento da Paraíba, o governador o Ricardo Coutinho estará sempre pronto para atuar pelo maior número de conquista de repasses de verbas, sejam elas públicas ou privadas, para o Estado, apesar daqueles que parecem trabalhar pelo contrário.

A Paraíba não será submissa a qualquer tipo de perseguição. E continuará na luta por recursos e obras para diminuir uma desigualdade de décadas provocadas pela omissão, inércia e abandono de governos que colocaram interesses pessoais acima do povo e dos interesses de milhões de paraibanos.

A obra do viaduto do Geisel é da Paraíba. É dos paraibanos. E por eles o Governo do Estado não hesitará, um segundo sequer, em lutar para que seja concluída. Mesmo diante de bloqueios e boicotes injustificáveis.

Com Secom

ALAGOINHA: Jeová terá Maria de Zé Roberto como vice e Alírio Pontes como coordenador

Jeová e Maria de Zé Roberto
A chapa foi apresentada neste sábado (11)

Na noite deste sábado (11), após reunião no auditório da Rádio Rural de Guarabira, a nova chapa da oposição de Alagoinha foi anunciada. O pré-candidato a prefeito Jeová José terá como vice a vereadora Maria de Zé Roberto, que teve sua indicação aprovada pelos vereadores Kito, Valter Pimentel e Luiz Henrique, além do empresário Alírio Pontes e várias lideranças comunitárias.

Jeová, Maria de Zé Roberto e Alírio Pontes discursaram motivando os correligionários e demonstrando entrosamento político.
“Nossa equipe está coesa, firme e forte e venceremos as eleições em Alagoinha por que aqui não tem olhos grandes e sim pessoas capacitadas para administrar a nossa cidade”, sintetizou Alírio Pontes, que será o coordenador da campanha.

A vereadora Maria de Zé Roberto recebeu com entusiasmo sua indicação e falou em vitória no próximo pleito. “Temos disposição para mudar Alagoinha e vamos focar na assistência social e no respeito ao ser humano”, realçou a vereadora.

O pré-candidato a prefeito Jeová José afirmou que no contato com as pessoas sente a vontade de mudança da comunidade. “Sei que teremos uma grande batalha pela frente, mas venceremos apresentando nossas propostas e encerrando a perseguição e o rancor, vamos fazer uma campanha de paz e respeito”, arrematou Jeová.
Rafael San

Bancada Girassol abre mão de reajuste e vai propor congelamento dos salários do prefeito, vice, secretários e vereadores

Girassol
Vereadores Bica, Lucas, Marcelo, Beto, Jader e Gerson defendem a proposta

Vereadores que integram a bancada dos Girassóis na Câmara de Guarabira tomaram uma decisão corajosa nesta sexta-feira (10), quando decidiram não aceitar reajuste salarial proposto pelo prefeito Zenóbio Toscano (PSDB).

Em nota divulgada com a imprensa, os vereadores informam que projeto encaminhado à Câmara prevê elevação dos salários de prefeito, vice, secretários e vereadores. A bancada diz que vai propor o congelamento dos salários em face da crise econômica vivenciada pelo Brasil e cita exemplo do governador Ricardo Coutinho.

Nota

A bancada do Girassóis na Câmara Municipal de Guarabira, se reuniu nesta sexta (10/06) para deliberar assuntos de ordem legislativa e, principalmente, sobre um fato que tomamos conhecimento e tornamos público durante a sessão da última quinta (09/06) e aqui, mais uma vez, repassamos para o conhecimento de todos:

Está tramitando na Câmara Municipal de Guarabira um projeto de Lei que reajusta os salários do prefeito, vice-prefeito, secretários e vereadores. Caso os parlamentares aprovem, o gestor, seu vice, auxiliares e vereadores passarão a receber os seguintes valores:

Prefeito:
Passará de R$ 18.000,00 para R$ 22.600,00

Vice-prefeito:
Passará de R$ 9.000,00 para R$ 11.300,00

Secretários: 
Passará de R$ 4.256,00 para R$ 5.400,00

Vereadores: 
Passará de R$ 6.000,00 para R$ 9.450,00

Ora, nós, cidadãos brasileiros, temos acompanhado a maior crise econômica dos últimos 30 anos, onde o governo federal teve um déficit na sua arrecadação pelo segundo ano e sem nenhuma perspectiva de normalidade à médio prazo.

Por conta dessa crise, na Paraíba, o governador Ricardo Coutinho suspendeu o reajuste concedido a ele, ao vice-governadora e aos secretários, dando uma demonstração clara de que num momento como esse é preciso dar o exemplo cortando na própria carne.

Aqui em Guarabira, por exemplo, o prefeito não deu o reajuste nos salários dos servidores, não paga o terço de férias dos servidores, alegando não ter recurso disponível e esta semana, não garantiu o pagamento da primeira parcela do 13° salário, alegando uma queda brutal na receita.

Pensando numa nova concepção de fazer política e gestão pública, e entendendo perfeitamente esse momento delicado que o Brasil atravessa, achamos inconcebível aprovar esse projeto para conceder tais aumentos.

Diante do quadro, decidimos apresentar na próxima terça feira (14/06) na Câmara, uma emenda congelando os salários do prefeito, do vice-prefeito, dos secretários e dos vereadores, esperando contar com o apoio das outras bancadas.

Com Portal25horas

Oposição de Borborema aceita Amancinho como soldado e deve propor pesquisa

Borborema-PB
Borborema tem pouco mais de 5 mil habitantes

A sucessão política em Borborema (PB) promete ser uma das mais agitadas da região. O dilema do atual vice-prefeito José Amâncio da Fonseca Ramalho (SD) é o principal tema das rodas de conversa no município de pouco mais de 5 mil habitantes.

O agravante jurídico se dá pelo fato de Amancinho Ramalho já ter sido vice-prefeito duas vezes consecutivas e, por esta razão, estaria obrigado a disputar outro cargo ou indicar alguém que represente a tradição política da família.

Embora a atual prefeita Paula Maranhão afirme que a aliança entre ambos está sólida e continuarão unidos, o assunto ainda não foi totalmente resolvido. Com direito de reeleição, Paula não abre mão de disputar como cabeça de chapa. Amancinho por sua vez não terá vida fácil se romper com Paula, tendo em vista que uma candidatura própria representaria um enorme sacrifício, nesta altura do campeonato, como também uma aproximação com a oposição seria algo indigesto, pois os oposicionistas já montaram seu projeto e só aceitariam Amancinho como soldado e não como general.

A pré-candidata da oposição é Gilene Cândido e não abre nem pro trem. Em caso de Amancinho debandar para a oposição, Gilene deve acolher e propor humildade e pesquisa de opinião pública para definir a chapa, mas deixando claro que sua candidatura é irreversível, até pela luta que vem travando para não deixar a oposição esmorecer.

Questionada sobre uma possível união com Amancinho Gilene disparou: “estamos abertos ao diálogo, quanto mais a oposição se fortalecer a oportunidade de mudança vai acontecer”.

Gilene acrescentou: “só quem decide uma campanha é o voto, em sua maioria. Como há especulações com relação à composição de chapas na majoritária, proponho uma pesquisa para saber a opinião do povo. É o mais prudente, já que temos esse tempo para conversações”.

Rafael San

Lideranças da região do brejo estão na lista de inelegíveis do TCU. Confira

Inelegivel
Lista foi apresentada pelo TCU

O TCU (Tribunal de Contas do Estado) acaba de encaminhar à Justiça Eleitoral a lista de todos os gestores paraibanos que tiveram contas reprovadas. São 212 nomes, envolvidos em 339 processos que tramitaram no Tribunal, nos últimos anos. Há casos de ex-prefeitos com sete contas rejeitadas, e que ainda aguardam um julgamento pela Justiça para se tornar ficha suja.

Segundo o TCU, o objetivo é informar à Justiça Eleitoral quais gestores públicos tiveram as contas rejeitadas devido a irregularidades insanáveis. Caberá à Justiça Eleitoral, com base em critérios definidos em lei, declarar a inelegibilidade, se assim entender cabível.

Aparecem na lista alguns ex-gestores da região metropolitana de Guarabira. Confira:

Sete reprovações
NILTON MARQUES BEZERRA
TEÓFILO JOSÉ DE SOUSA E SILVA

Seis reprovações
ACHILLES LEAL FILHO – (MULUNGU)
JOÃO DE DEUS FERREIRA DA SILVA – (SERRARIA)
MARCOS ANTÔNIO DOS SANTOS

Cinco reprovações
ANTÔNIO FERNANDES NETO
ENOCH ALVES SOBRINHO

Quatro reprovações
ALENI RODRIGUES DE OLIVEIRA
ANTÔNIO CARLOS CAVALCANTE DIAS
AUGUSTO BEZERRA CAVALCANTI NETO- (BANANEIRAS)
CARLOS PESSOA NETO
COZETE BARBOSA LOUREIRO GARCIA DE MEDEIROS
ERASMO QUINTINO DE ABRANTES FILHO
HÉRCULES ANTÔNIO PESSOA RIBEIRO – (PITIMBU)
MANOEL DOMICIANO DANTAS
ODONIEL DE SOUZA MANGUEIRA
SEBASTIÃO TAVARES DE OLIVEIRA

Três reprovações
ALBERTO NEPOMUCENO
ALLAN PONTES NEPOMUCENO
ANTÔNIO ALBUQUERQUE CABRAL (CUITEGI)
ANTÔNIO GOUVEIA DE SOUZA
ANTÔNIO JOSÉ DA SILVA
ERNANI DE SOUZA DINIZ
FERNANDO ARAÚJO FILHO
FRANCISCO EMÍDIO BATISTA
FRANCISCO MARCÍLIO FERNANDES LOPES
INÁCIO DE OLIVEIRA AMORIM
JORGE URÇULO RIBEIRO COUTINHO – (GURINHEM)
MARCELO DE FIQUEIREDO LOPES
SAULO JOSÉ DE LIMA

Duas reprovações
ALEXANDRE JOSE DE ALMEIDA GAMA
APOLINÁRIO DOS ANJOS NETO
CARLOS ANTÔNIO ARAÚJO DE OLIVEIRA
CLAUDINO CÉSAR FREIRE – (GURINHEM)
DARCY ALVES DE LACERDA
DECZON FARIAS DA CUNHA
FRANCISCO HÉLIO DA COSTA
GERALDO DE OLIVEIRA
GERALDO LUIZ LEITE
GILBERTO GOMES BARRETO
JADER NUNES DE OLIVEIRA
JÁDER SOARES PIMENTEL – (GUARABIRA)
JANÚNCIO BATISTA DA COSTA
JOANITA LEAL DE BRITO
JOAQUIM GILBERTO SOARES
JOSÉ AFONSO GAYOSO FILHO
JOSÉ ELENILDO QUEIROZ
JOSÉ FELICIANO FILHO – (SAPÉ)
JOSÉ LINS DA SILVA
JOSEMAR BELMONT – (TACIMA)
JOSÉ MARINALDO DE LIMA GOMES
JOSÉ RIBEIRO DA SILVA – (ITAPOROROCA)
JOSÉ SIMÃO DE SOUSA
JULIO LOPES CAVALCANTI
LUCIANO CARNEIRO DA CUNHA
MANOEL FELISBERTO GOMES BARBOZA
MARCELO CAPISTRANO DE MIRANDA MONTE
MARCOS TADEU SILVA
MARIA CRISTINA DA SILVA
MARIA DE LOURDES SILVA BERNADINO – (SERRARIA)
PEDRO BATISTA DE CARVALHO – (JACARAÚ)
ROBÉRIO SARAIVA GRANJEIRO
SAULO ROLIM SOARES
SÉRGIO BELTRÃO DE ARAÚJO – (ALAGOINHA)
SEVERINO MARCONDES MEIRA
THOMPSON FERNANDES MARIZ

Uma conta reprovada
ABMAEL DE SOUSA LACERDA
JÁCIO GOMES WANDERLEY
ALEXANDRE SILVA DOS SANTOS
ANA ADÉLIA CABRAL DE LIMA
ANTÔNIO ALMÉRIO FERREIRA MARRA
ANTÔNIO ARAÚJO RAMOS JÚNIOR
ANTÔNIO BORBA GUIMARÃES
ANTONIO EUSTAQUIO RESENDE TRAVASSOS
ANTÔNIO FELINTO NETO
ANTÔNIO JOSÉ DUARTE
ANTÔNIO MARTINIANO DOS SANTOS
ANTÔNIO MEDEIROS DANTAS
ANTÔNIO MENDONÇA COUTINHO FILHO
ANTÔNIO VERÍSSIMO DANTAS
ARIANO DANTAS MONTEIRO
ARISTIDES LUIZ HARDMAN
ASSIS GOMES DOS SANTOS
AUREMAR LIMA MOREIRA
BRASIL AMÉRICO LOULY CAMPOS
CACILDA BEZERRA MARQUES
CÁSSIA MARIA LIMA GOMES
CELIA MARIA NUNES CABRAL DE SANTANA – (SOBRADO)
CÉLIA REJANE PERAZZO
CLÁUDIA HELENA QUEIROZ DANTAS
CLAUDIANO FERREIRA MARTINS
DENIS ALBUQUERQUE DA COSTA
DURVAL BARBOSA DA SILVA
EDILSON PEREIRA DE OLIVEIRA
EDUARDO VICENTE LOURENÇO COELHO
EGILMÁRIO SILVA BEZERRA
ELIANE MARIA DE LIMA CAVALCANTI BEZERRA DE FIGUEIREDO
ERIVAN DIAS GUARITA
ESDRAS MAGALHÃES DOS SANTOS FILHO
ESPEDITO ALDECI MANGUEIRA DINIZ
EVALDO COSTA GOMES
FELIPE FERREIRA ADELINO DE LIMA
FERNANDO BARBOSA DE MORAES
FLÁVIA SERRA GALDINO
FLÁVIO ANTÔNIO CHAVES
FRANCINALDO DE OLIVEIRA QUEIROZ
FRANCISCA JERONIMO BARRETO
FRANCISCO ESSENINE E SILVA
FRANCISCO GILSON MENDES LUIZ
FRANCISCO GONÇALVES BATISTA
FRANCISCO LOPES DA SILVA
FRANCISCO NERIVAL DIAS DE MORAIS
FRANCISCO TOMAZ DE OLIVEIRA
GENOILTON JOÃO DE CARVALHO ALMEIDA
GERALDO CARVALHO FONSECA FILHO
GERALDO MORAIS DE CARVALHO
GERALDO TEIXEIRA DE CARVALHO
GESSÉ GOMES MEIRA
GILBERTO CAVALCANTE DE FARIAS
GIL BRAZ MORAIS DE LUNA
GILDIVAN LOPES DA SILVA
GIL GALDINO
GILVANDO CARNEIRO LEAL
GILVANDRO SILVA DE SIQUEIRA
GUILARDO ANTÔNIO BARROS MOREIRA DE CARVALHO
HÉLIO FREIRE DOS SANTOS – (DUAS ESTRADAS)
HERCULES SIDINEY FIRMINO
HUMBERTO ALVES DE SOUSA – (PILÕEZINHOS)
IGLÁUCIO ALVES FORMIGA
ILDEMAR ARAÚJO ANDRADE
ISAC ALMEIDA DE MEDEIROS
IVANILDO SOARES NOGUEIRA
JOÃO BATISTA BALDUÍNO
JOÃO BATISTA MEDEIROS
JOÃO DEON BENÍCIO DINIZ
JOÃO FLAVIO PAIVA
JOÃO LEITE DE ALMEIDA
JOÃO PEDRO DA SILVA
JOÃO RIBEIRO
JOÃO TARCÍSIO QUIRINO
JOAQUIM LACERDA NETO
JOSÉ ALEXANDRE ALVES
JOSÉ ALVES DE SOUSA
JOSÉ DA COSTA MARANHÃO – (BORBOREMA)
JOSÉ DA SILVA OLIVEIRA
JOSÉ DIONÍZIO DE OLIVEIRA
JOSÉ EDSON DA COSTA SILVA
JOSÉ ELOSMAN PEDROSA
JOSÉ ESTEVAM DE MEDEIROS FILHO
JOSÉ FRANCISCO MARQUES
JOSÉ GENUINO DE QUEIROZ MORAIS
JOSÉ IBIAPINA SOARES DO NASCIMENTO – (ARARA)
JOSELITO BANDEIRA DE LUCENA
JOSÉ MARQUES FILHO
JOSÉ OTÁVIO TARGINO DE ARAÚJO
JOSÉ PAULO DA SILVA
JOSÉ RIBEIRO FARIAS JUNIOR
JOSÉ RONALDO MARTINS DE ANDRADE
JOSÉ VALTER PEREIRA DA SILVA
JOSÉ WILLIAM MADRUGA
JOSINALDO VIEIRA DA COSTA
JOSIVALDA MATIAS DE SOUSA – (PIRPIRITUBA)
JOSIVAL JUNIOR DE SOUZA
JUECINA DE SOUZA MAGALHÃES
JURACI PEDRO GOMES
KLEYMER JULIO FREIRE COELHO
LAURI FERREIRA DA COSTA
LEIMAR DE OLIVEIRA
LEUCIO AUGUSTO PEREIRA DE MEDEIROS
LÚCIA MARIA ROLIM GUIMARÃES GUARDIA
LUCIANO MORAIS DA SILVA
LUÍS CARDOSO DA SILVA
LUIZ ALBERTO GADELHA DE OLIVEIRA
LUIZ DINIZ SOBREIRA
LUIZ FRANCISCO DE VASCONCELOS
MANOEL GOMES PEREIRA NETO
MANOEL RAMALHO DE ALENCAR
MANOEL SALES FERNANDES
MARCELLO FABRÍZIO DE OLIVEIRA CAVALCANTE
MARCELO SOBRAL DA SILVA
MARCÍLIO ILDSON DE LACERDA
MARCUS ANTÔNIO GUEDES VASCONCELOS FONSECA
MARIA DE FÁTIMA FERNANDES BATISTA
MARIA EVANÍSIA PAULINO E SILVA – (CUITEGI)
MARIA LICAR DE ANDRADE PEREIRA MONTEIRO – (ARAÇAGI)
MARIA MARLENE FERREIRA
MARIA ROSELITA BAUNILHA
MAURÍCIO HASENCLEVER BORGES
MAURO KYOTOKU
MILTON LÚCIO FILHO
MÚCIO ANTÔNIO SOBREIRA SOUTO
NILSON NOGUEIRA DE MELO
ODILON FERREIRA LIMA NETO
ORLANDO DANTAS DE MIRANDA
OSÉAS ALMEIDA NETO
RAIMUNDA SANTOS LIMA
RAIMUNDO CABRAL GUARITA
RAIMUNDO LIMA DE SANTANA
RITA DE CÁSSIA SOUZA MEDEIROS
RITA NUNES PEREIRA
ROBERTO SABINO DE SOUZA
SABINO DIAS DE ALMEIDA
SABINO SARAIVA NETO
SARA MARIA FRANCISCA MEDEIROS CABRAL
SÉRGIO CARVALHO DOS SANTOS
SEVERINO BRONZEADO NETO
TÂNIA MARIA FERREIRA COUTINHO FERNANDES
TARCÍSIO MARCELO BARBOSA DE LIMA – (BELÉM)
TEMÍSTOCLES DE ALMEIDA RIBEIRO
UMBERTO FERNANDES DE SOUZA
VIDAL ANTÔNIO DA SILVA
WALTER SANTA CRUZ

Com TCU

‘Quem tem prazo não tem pressa’, afirma vereador de Belém sobre chapa de saias

13412966_488629411330920_7053015142025990491_n
Vereador concedeu entrevista a Rua Nova 87,9 FM

O presidente da Câmara Municipal de Belém (PB), João Félix, popularmente conhecido por João Perninha (PTB), manifestou na Rádio Rua Nova 87,9 FM sua fidelidade ao grupo liderado pelo deputado estadual Ricardo Marcelo (PMDB). As declarações sobre concedidas nesta quarta-feira, 08, ao Jornal Belém Agora.

“Temos que ter posição, por isso, reafirmo meu compromisso com o grupo do deputado Ricardo Marcelo, estaremos juntos nesta eleição 2016”, sacramentou João Perninha.

Sobre a chapa de saias com os nomes de Cris e Aline Barbosa, o presidente do legislativo mirim destacou que tem conversado com Ricardo Marcelo e ambos tem a convicção de que no tempo certo a decisão será comunicada ao povo.

“Quem tem prazo não pressa, na hora certa vamos decidir a chapa do nosso grupo, mas o povo é quem vai decidir livremente”, comunicou Perninha.

Rafael San

Bosco Carneiro defende agentes penitenciários e pede reconhecimento da categoria

Bosco-Carneiro-800x571
Deputado João Bosco Carneiro Jr durante sessão na ALPB

O deputado estadual Bosco Carneiro ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba nesta quarta-feira (8) para defender os agentes penitenciários e pedir que a categoria seja mais reconhecida, assim como a inclusão constitucional desses trabalhadores no hall da segurança pública.

“Quando se fala em segurança pública, se fala em Polícia Militar, Polícia Civil e todas as outras forças militares, mas os agentes não são lembrados. Existe uma PEC em tramitação no Congresso Nacional para incluir os agentes penitenciários como trabalhadores da segurança pública e apresentei um voto de aplauso para reconhecer esta iniciativa”, lembrou.

Com assessoria

Bosco ressaltou ainda que teve a oportunidade de conhecer de perto a realidade dentro dos presídios quando foi secretário executivo do Governo do Estado na primeira gestão do governador Ricardo Coutinho.

“Quem conhece o sistema penitenciário sabe o quanto essa categoria merece ser reconhecida. “Os agentes estão lá para garantir a segurança interna dos presídios, garantir a escolta dos apenados e fazer a custódia”, destacou.

O parlamentar também aproveitou a ocasião para parabenizar o Governo do Estado pelo diálogo com a categoria, ao mesmo tempo que solicitou mais investimentos em políticas públicas e equipamentos de segurança para os agentes.

Com assessoria