Câmara autoriza parcelamento de dívida com a Energisa; débito foi deixado por Nado

Maioria da Casa aprovou a matéria

A Câmara Municipal aprovou, na tarde desta segunda-feira (9), o Projeto de Lei Nº 01/2017 que dispõe sobre o Termo de Confissão de Dívida nº 37805 firmado junto a Energisa.

O valor atual do débito deixado pela gestão anterior é de R$ 56.319,11 (Cinquenta e seis mil, trezentos e dezenove reais e onze centavos).

Com a aprovação do Projeto de Lei Nº 01/2017, a atual gestão, sob a administração da prefeita Mônica Cristina, se comprometeu  a pagar, à vista, o valor de R$ 11.264,00 (Onze mil, duzentos e sessenta e quatro reais e onze centavos), e o restante acrescido de juros de financiamento no valor de R$ 4.879,75 (Quatro mil, oitocentos e setenta e nove reais e setenta e cinco centavos), totalizando R$ 49.934,86 (Quarenta e nove mil, novecentos e trinta e quatro reais e oitenta e seis centavos), em 20 parcelas.

A sessão foi declarada aberta com a presença de cinco vereadores, sendo eles: Sandro da Van (Presidente), Jaelson Monteiro, Júnior de Dinda, João de Gêu e Josimar Pinto. O Projeto foi aprovado por maioria simples pelos vereadores supracitados.

No último dia 1º de janeiro a posse dos eleitos se deu à luz de velas.

Rafael San com Ascom

COMPARTILHAR