Com a vantagem de jogar por um empate no somatório dos resultados, o Botafogo-PB entrou desligado no Estádio Amigão. A prova disso é que o Campinense, em ritmo alucinante, abriu o placar no primeiro lance do jogo. Uma jogada bem trabalhado no meio campo, da direita para a esquerda, terminou com gol de Tarcísio. E nos primeiros 90 minutos, a velocidade e a boa defesa da Raposa foi o que chamou a atenção. Do outro lado, o Belo falhou demais na marcação e pouco criou no ataque. Com o resultado, o Rubro-Negro agora é quem possui a vantagem e está a um empate do título paraibano. Em contrapartida, o Alvinegro precisa vencer por qualquer placar que chega ao bicampeonato consecutivo.

1º tempo

Um ataque fulminante. Com apenas um minuto e meio, o Campinense abriu o placar. Tarcísio recebeu na área após uma boa jogada trabalhada e estufou as redes do goleiro Saulo. A defesa botafoguense apenas assistiu toda a jogada.
O lance do gol praticamente foi um resumo dos 45 minutos iniciais da decisão. A Raposa controlou todas as situações, atacando muito pelo lado direito, com Alex Murici e o próprio Tarcísio. O Belo só conseguiu reagir no lance final, quando Marcos Aurélio acertou a trave de Jeferson em cobrança de falta.

2º tempo

Na etapa final, o Botafogo-PB veio com uma nova postura, mas não conseguia infiltrar para cima da forte defesa do Campinense. A melhor chance, inclusive, saiu dos pés de Nando, o artilheiro do estadual. Porém, o camisa 9 alvinegro parou em Jeferson. O dono da meta da Raposa garantiu mais que o time de Campina Grande mantivesse o número de apenas 4 gols sofridos no Paraibano até aqui. Enquanto isso, o Rubro-Negro apostava nos contra-ataques e quase marcou com Tarcísio. Desta vez, no entanto, o autor do gol raposeiro falhou feio e perdeu uma oportunidade clara de ampliar. E ficou por isso mesmo, Campinense 1 x 0 Botafogo-PB.

COMPARTILHAR