A vencedora do The Voice Kids 2018, a paraibana Eduarda Brasil,foi recepcionada por uma carreata na cidade de Cajazeiras, no sertão paraibano,nesta segunda-feira (09). A população local comemorou ao lado da adolescente a vitória na competição, transmitida pela Rede Globo no último domingo (08).

A jovem de 15 anos chegou ao município de jatinho e de lá foi levada para São José de Piranhas, onde mora atualmente para ainda fazer uma apresentação. Uma multidão foi receber a jovem estrela e não perdeu a oportunidade de tirar fotos e homenagear a cantora.

Ao som de Forró do Xenhenhém, Eduarda Brasil consagrou sua vitória  no The Voice Kids e marcou a última participação dela na edição deste ano do programa. Ela representou a primeira vitória da dupla de técnicas Simone e Simaria na disputa.

A Paraibana Mariah Yohana, de João Pessoa, também esteve entre as finalistas. Talita Cipriano e Netto Junqueira também participaram do último dia do programa.

Relembre a trajetória de Eduarda Brasil no reality

Forrozeira que não nega as origens, Eduarda Brasil nasceu em Cajazeiras, na Paraíba e começou a cantar aos 5 anos, influenciada pelo pai. Ela chegou ao reality para mostrar toda a riqueza da música nordestina e teve todas as cadeiras viradas nas audições às cegas, mas escolheu o time de Simone & Simaria.

Na fase das Batalhas, Eduarda enfrentou Rayane Lima e Victória Andrade cantando a música “126 cabides”. As Coleguinhas escolheram Eduarda para seguir na disputa. A campeã disputou uma vaga com Augusto Michel, Felipe Gaspar e Jennifer Campos e fez bonito com “Baião”, sucesso de Gonzagão, levantando a platéia e vencendo pelo voto popular.

Na segunda etapa ao Vivo, Eduarda brilhou com “Isso Aqui Tá Bom Demais”, canção famosa na voz de Dominguinhos e seguiu na competição.

Ela trouxe o clássico “Feira de Mangaio”, imortalizado na voz de Clara Nunes, para brigar por uma vaga na final do programa. A paraibana voltou ao palco, onde se apresentou com os colegas Livia Bernarde e Luis Henrique Schultz, ao som de “Ciúme”, da banda Ultaje a Rigor.

Na grande final, Eduarda cantou “Frevo Mulher”, de Zé Ramalho e encerrou com Lamento Sertanejo, emocionando as técnicas.

ManchetePB com MaisPB