O pai do ex-deputado federal André Amaral (PROS) contraditou o depoimento do ex-prefeito de Cabedelo, Leto Viana, e negou ter recebido R$ 100 mil em propina para o seu filho.

O empresário sustenta que as afirmações “falsas e criminosas” de Leto Viana têm por objetivo a busca da impunidade “relativamente aos diversos crimes por ele praticados, e já confessados”.

Leia a nota:

O empresário André Amaral, pai do ex-deputado federal André Amaral Filho, vem de público NEGAR as FALSAS e CRIMINOSAS afirmações prestadas pelo senhor Leto Viana, ex prefeito da cidade de Cabedelo, e amplamente divulgada pela imprensa, no sentido de que, supostamente, lhe teria pago a importância de RS 100.000,00 (cem mil reais), em razão de uma  emenda parlamentar. Tal acusação certamente tem como objetivo tentar lograr êxito em obter a impunidade relativamente aos diversos crimes por ele praticados, e já confessados, através de um acordo judicial de falsa delação com que tenta seduzir os incautos.

Confia-se que a verdade será prontamente restabelecida!

ManchetePB / Paraíba já