Alguns estudantes do município de Guarabira, no Agreste paraibano, estão passando por grandes dificuldades e transtornos com relação ao transporte universitário para João Pessoa. De acordo com os usuários, a prefeitura estaria disponibilizando apenas um ônibus, ocasionando uma superlotação e riscos constantes de acidentes.

“O calendário da UFPB, onde estudo, é diferente das outras faculdades, e essa semana apenas um ônibus está sendo disponibilizado para que todos possam ir cumprir com suas tarefas acadêmicas e aulas”, relatou um estudante.

O vereador Renato Meireles (PSB) alertou para a superlotação no ônibus universitário. Em uma postagem nas redes sociais o parlamentar questionou a situação e revelou já ter cobrado medidas para o problema que, segundo ele, acontece todo semestre.

“Todo semestre é a mesma celeuma. Dessa vez estudantes da UFPB nos procuraram para denunciar a forma constrangedora e insegura a qual estão sendo transportados para a universidade. Tendo que boa parte do alunado viajar em pé, sem o mínimo conforte e segurança. Nosso gabinete já requereu detalhes dos contratos com os fornecedores dos ônibus universitários, mas não obtivemos respostas por parte da Secretaria de Educação de Guarabira. Não vejo o motivo para não nos enviarem tais documentos, visto que tudo ocorre em processo licitatório para a prestação do serviço”, frisou.

Meireles ainda se comprometeu em cobrar novamente soluções imediatas da prefeitura, para que seja respeitado o calendário acadêmico de cada universidade e o transporte seja oferecido de forma digna.

A Prefeitura de Guarabira, nem a Secretaria Municipal de Educação, ainda não se manifestaram sobre a denuncia de superlotação no transporte universitário.

Assista ao vídeo gravado por um estudante, onde ele relata e mostra a superlotação no ônibus oferecido pela prefeitura aos universitários que vão para João Pessoa: