Homem voltou à vida pouco antes da necropsia. (Foto: Thinkstock)
Homem voltou à vida pouco antes da necropsia. (Foto: Thinkstock)

Um indiano sem-teto que foi declarado morto acordou na mesa do necrotério, chocando a equipe do hospital que estava prestes a realizar a necropsia do suposto cadáver, divulgaram autoridades nesta terça-feira.

Agentes da polícia de Mumbai encontraram o homem, que não teve seu nome divulgado, inconsciente e sofrendo de várias infecções no domingo de manhã e o levaram para o hospital local.

O médico do Hospital Municipal Lokmanya Tilak declarou o homem como morto e enviou o corpo para ser necropsiado, infirmou o vice-comissário da polícia de Mumbai, Ashok Dudhe, à AFP.

“Quando a necropsia estava para começar, o homem acordou, espalhando caos entre os médicos. Depois disso ele pegou rapidamente a certidão de óbito e a rasgou”, explicou Dudhe.

O reitor do hospital, Dr Suleman Merchant, afirmou que a polícia forçou o erro ao pedir aos médicos que examinassem o homem na estrada no lado de fora do hospital, porque eles estariam ocupados com questões de segurança sobre a visita do primeiro-ministro Narendra Modi.

“Eles forçaram meus médicos a examinar o paciente na beira da estrada, já que eles queriam correr de volta para os afazeres sobre a segurança do primeiro-ministro”, disse Merchant.

“Se a polícia tivesse permitido que a minha equipe tivesse levado o homem para o hospital, eles teriam feito um trabalho melhor”, completou.

O homem está sendo tratado no hospital devido a uma severa desnutrição, suspeita de alcoolismo e abuso de substâncias químicas.

“Ele ainda está delirando e estamos tentando estabilizá-lo”, divulgou o reitor.

O agente Dudhe classificou como “ridícula” a sugestão de que os policiais eram culpados pelo erro e disse que o hospital estava “tentando cobrir a própria negligência”.

A polícia de Mumbai encontra regularmente corpos não identificados e relatórios sugerem que os necrotérios estão ficando sem espaço para armazenar tantos os cadáveres.

Da AFP