Com nome de evangelista, vice-prefeito de Bananeiras pode se tornar traidor
Vice-prefeito Matheus Bezerra e Douglas Lucena, prefeito de Bananeiras. (Foto: Reprodução)

O vice-prefeito de Bananeiras, Matheus Bezerra (PMDB), tem sido alvo de muitas especulações nos bastidores políticos e nas ruas da cidade. Tudo por causa dos burburinhos que dão conta de uma provável traição a seu grupo político, ao primo Hervázio Bezerra (PSB) e ao prefeito Douglas Lucena (PSB). É que Matheus se aproximou do deputado Tião Gomes (PSL) e estaria apenas esperando uma ocasião para anunciar o rompimento com os atuais aliados.

O vice-prefeito tem andado na cidade nos fins de semana, principalmente na zona rural, ao lado de Tião Gomes, e nessas caminhadas tem afirmado categoricamente sua disposição de disputar a prefeitura de Bananeiras.

Só que em 2012, Matheus, que é do PMDB, formou chapa com Douglas Lucena, à época no PPS, e a aliança foi vitoriosa. Em 2014 Matheus votou em Hervázio Bezerra, seu primo, para deputado estadual.

Atualmente, Matheus tem vários cargos na prefeitura, já que é vice-prefeito. Se até hoje vigora a composição com Douglas e tanto Hervázio quanto Tião querem se reeleger em 2018, a população de Bananeiras se pergunta com qual dos dois parlamentares – Hervázio ou Tião – o vice-prefeito ficará. Um deles, necessariamente, terá que ser traído.

Por outro lado, o prefeito Douglas Lucena, agora filiado ao PSB, já trabalha para tentar sua reeleição em 2016. A outra incógnita é se Matheus permanecerá ao lado de Douglas ou se vai romper com o atual prefeito e sair candidato à prefeitura com o apoio de Tião Gomes.

Nas rodas políticas, os cidadãos de Bananeiras aguardam uma posição firme e clara de seu atual vice-prefeito, Matheus Bezerra, sobre seu projeto político.

Rafael San com ParlamentoPB