“Neste São João, vai ter milho, fogueira, forró… E também vai ter respeito com as mulheres sim, senhor!” O recado da Rede Estadual de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Sexual (Reamcav) já pode ser ouvido em várias partes do Estado. Com o lançamento oficial da campanha “Não é não, também no São João”, em João Pessoa, que aconteceu nesta sexta-feira (7), a tendência é massificar ainda mais a mensagem contra a importunação sexual das mulheres, nas festas juninas, e em qualquer época do ano.

Auditório da sede do Ministério Público da Paraíba (Foto: Divulgação/MPPB)
Auditório da sede do Ministério Público da Paraíba (Foto: Divulgação/MPPB)

O evento de lançamento aconteceu no auditório da sede do Ministério Público da Paraíba, no Centro da Capital, com a presença de representantes da Reamcav, de membros do MPPB e servidores de órgãos parceiros na campanha. A abertura da atividade foi feita pelo procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, que agradeceu o empenho do Núcleo Estadual de Gênero do MPPB, que articulou a campanha, dos promotores de Justiça, principalmente, os que atuam na área da violência doméstica e das instituições envolvidas no processo de construção da campanha, além dos meios de comunicação, que abraçaram a causa.

A campanha

A campanha “Não é não, também no São João” será executada nas principais festas juninas do Estado. A iniciativa já conta com a adesão de 12 municípios paraibanos e de vários órgãos. Foram elaboradas peças de divulgação (spot, vídeos, cartazes, banners, ventarolas, camisas, cards), que devem ser reproduzidas nas redes sociais dos órgãos envolvidos e distribuídas durante as festas juninas, nas cidades que aderiram.

Também haverá ações presenciais dos órgãos envolvidos nos maiores eventos. A campanha foi transformada em letra de música, pelo compositor Carlos Mendes. O jingle foi gravado pelo grupo Os Gonzagas.

O jingle: Não é não, também no São João!

Letra: Carlos Mendes
Interpretação: Os Gonzagas

Não é não! Não é não, também no São João!
Não é não! Não é não, no São Pedro e no São João!
Não é não! Não é não, também no São João!
Não é não! Não é não, no São Pedro e no São João!

Homem que é homem não bate na companheira; não agride a família; não faz nenhuma besteira!
Vai para a festa com o intuito de brincar; não faz assédio nojento e fica no seu lugar.

Não é não! Não é não, também no São João!
Não é não! Não é não, no São Pedro e no São João!

Beijo roubado, esse furto nem pensar! No São João e no São Pedro pode fogueira pular!
Soltar rojão, divertir-se a noite inteira, cantar baião, dançar no salão, sem fazer assédio nem importunação.

Não é não! Não é não, também no São João!
Não é não! Não é não, no São Pedro e no São João!