Dom Aldemiro Sena foi empossado, em Guarabira, em 02 de fevereiro de 2018.

“A Igreja não fez uma opção preferencial pelos ritos nem tão poucos uma opção preferencial pelas vestimentas, que muitos padres estão aderindo nos dias de hoje. É necessário que todos nós acompanhemos o momento histórico para que sejamos a mesma Igreja de ontem e de hoje, aquela Igreja que anuncia a pessoa de Jesus na opção preferencial pelos pobres. Noutras palavras, poderíamos dizer, que dentro da nossa realidade, não somente de Diocese, como também realidade de Brasil, nós conclamamos a todos os padres para escutar a voz do espírito que hoje está suscitando grandes coisas em nosso meio; nós não podemos ficar escondidos atrás das vestimentas enquanto nosso povo está vivendo situação de miséria, pobreza, fome e de desencanto pela vida – porque é isso que está acontecendo em nosso país. Evidentemente que nós precisamos também ter um zelo pelos ritos litúrgicos, precisamos ter um cuidado e um zelo pastoral pelas nossas vestimentas. Claro que não vamos incensar aqueles que apenas e simplesmente vivem das vestimentas da nossa Igreja, mas lembrando que é preciso também, dentro da própria liturgia, que as vestimentas possam ser um sinal no mundo em que vivemos, é preciso que tiremos os nossos sapatos pretos e calcemos as sandálias da missão”.

(Dom Aldemiro Sena durante entrevista concedida a Rádio Integração 102,3 FM.)

Rafael San – ManchetePB