Vereador Renato Meireles pede atendimento 24h de serviços de ortopedia e traumatologia, em Guarabira (Foto: Divulgação/Assessoria)
Vereador Renato Meireles pede atendimento 24h de serviços de ortopedia e traumatologia, em Guarabira (Foto: Divulgação/Assessoria)

O vereador Renato Meireles (PSB) voltou a cobrar da Prefeitura de Guarabira um posicionamento e explicações sobre os atendimentos ambulatoriais, cirúrgicos, ortopédicos e de traumatologia no município. Segundo o parlamentar, o repasse financeiro para a nova empresa, Hospital Dia Top Mais LTDA, dobrou em relação ao Pronto Socorro de Fraturas, porém a prestação de serviço diminuiu.

“A prefeitura tem a prerrogativa de estabelecer horário e dia de atendimento. O povo de Guarabira não pode ficar tendo que ter dia e hora pra sofrer um acidente ou ter uma fratura. Com toda dificuldade que tinha o Pronto Socorro de Fraturas, mas o atendimento acontecia 24h, de domingo a domingo. E nós não podemos permitir que agora seja de segunda a sexta-feira, de 13h às 17h, porque o médico de 17h30 não atende mais”, falou o vereador durante seu discurso na tribuna da Câmara Municipal de Guarabira.

Renato Meireles disse ainda que se reuniu com os médicos Temístocles Filho e Aluisio Paredes, responsáveis pelo Hospital e Pronto Socorro de Fraturas de Guarabira, onde afirmaram que nos próximos meses a unidade poderá fechar as portas.

“Eles me levantaram números que o Pronto Socorro de Guarabira fazia 1.600 atendimentos ambulatoriais por mês, na Top Mais são 900 apenas. Que o Pronto Socorro fazia 3 mil atendimentos no geral, e esse número reduziu menos do que a metade na Top Mais. O Pronto Socorro de Fraturas fazia de 10 a 12 cirurgias por dia, e a Prefeitura de Guarabira celebrou o contrato com a Top Mais para se fazer 15 cirurgias por mês”, relatou Meireles.

O parlamentar também usou do espaço para divulgar alguns áudios de relatos de pessoas que vem sofrendo para ter atendimento de ortopedia e traumatologia. Segundo ele, pacientes estão denunciando de que para serem atendidos no Hospital Dia Top Mais, é necessário “passar pelo secretário municipal de saúde, Wellington Antônio Rodrigues de Oliveira”.

“A gente começou a denunciar esse desmonte no atendimento de ortopedia e traumatologia aqui do nosso município e a nossa voz tem ecoado, e tenho aqui um áudio de Padre Adauto Tavares, denunciando esse desmonte. A denúncia não é só de Renato Meireles, a denúncia é de um pároco, a denúncia é de guarabirenses que vêm sofrendo sem ter atendimento de ortopedia e traumatologia adequado em Guarabira”, enfatizou o vereador, após reproduzir os áudios.

Audiência Pública

O vereador Renato Meireles apresentou requerimento na Casa Osório de Aquino para a realização de uma Audiência Pública com o objetivo de discutir sobre o serviço de ortopedia e traumatologia na cidade de Guarabira, e também sobre a mudança do atendimento desses serviços do Hospital e Pronto Socorro de Fraturas para a Policlínica Top Mais. Assim como, requerimentos solicitando da Secretaria Municipal de Saúde detalhes sobre a execução dos serviços prestados pela empresa Hospital Dia Top Mais LTDA, e o atendimento 24h por dia.

ManchetePB, com Assessoria