Servidores técnico-administrativos da UFPB encerram greve após 49 dias

Assembleia do Sintespb seguiu orientação da Fasubra

Os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) decidiram encerrar a greve nesta terça-feira (13), 49 dias após o início da paralisação, e voltar ao trabalho na próxima quinta-feira (15). De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior da Paraíba (Sintespb), a decisão da Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (Fasubra) foi acatada em assembleia geral. O movimento teve início no dia 25 de outubro.

Mesmo com a greve encerrada, a categoria decidiu continuar na luta contra a retirada de direitos, que, segundo o Sintespb, estão ameaçados por medidas propostas pelo Governo Federal. Na avaliação do Comando Local de Greve e da categoria, o movimento cumpriu o seu papel de resistência e de denúncia “contra os desmandos que estão por vir para o serviço público e a população usuária com a aprovação principalmente da PEC 55 e a Reforma da Previdência”.

A assembleia deliberou ainda a constituição de um comando de mobilização permanente com servidores de diversos setores da UFPB para continuar com o fortalecimento da luta em conjunto com outras categorias de trabalhadores e a construção de um calendário de atividades, como a realização, no próximo dia 20, de um debate sobre a PEC 287, que trata da Reforma da Previdência, e uma audiência com a reitora Margareth Diniz para entregar um documento formalizando a decisão do fim da greve e a disposição de cumprir um cronograma de atualização dos serviços eventualmente acumulados durante este período.

Do G1 Paraíba

COMPARTILHAR