Pelo menos três homicídios foram registrados neste domingo (7) de eleições, na Grande João Pessoa. De acordo com a Polícia Civil, todos os casos estão sendo investigados e até esta segunda-feira (8) nenhum suspeito de praticar algum dos crimes havia sido preso pela polícia.

O primeiro homicídio aconteceu no bairro do Marcos Moura, em Santa Rita, na tarde do domingo, na rua Radialista Enoque Pelágio. O homem foi identificado como Rogério da Silva Barbosa, de 29 anos, e teria sido morto com cinco tiros. Ele é ex-presidiário e usuário de drogas, de acordo com a família. A polícia investiga o caso para saber se há relação com outro homicídio que teria acontecido no sábado, próximo ao local onde Rogério foi morto.

Por volta das 19h50, no Alto das Populares, também em Santa Rita, um homem foi morto a golpes de faca e pedradas. Segundo a Polícia Civil, as testemunhas o reconheceram como Fagner de Sousa Costa, no entanto, ele estava sem documentos. A polícia esperava que a família se apresente para a Central de Polícia para prestar mais esclarecimentos sobre o caso.

O último homicídio aconteceu no bairro Colinas do Sul, em João Pessoa. Adalberto Sérgio de Lima, de 58 anos, trabalhava como vigilante. Ele estava chegando em casa, por volta das 22h, quando foi abordado por dois homens, que chegaram a pé. Ele foi morto com vários disparos e pancadas na cabeça. A polícia suspeita que ele pode ter sido confundido com outra pessoa ou que o homicídio tenha sido cometido por causa da profissão dele.

ManchetePB com G1PB