O delegado João Alves revelou que a Polícia Civil irá instaurar um inquérito para investigar a morte do padre Pedro Gomes Bezerra, de 50 anos, que foi encontrado na manhã desta quinta-feira (24) com o corpo enrolado num lençol e banhado de sangue. O crime aconteceu na residência dele, localizada próximo a igreja, em Borborema.

De acordo com João, a vida do padre será investigada. “Vamos analisar a vida do padre, as pessoas com quem ele convivia, se tinha alguma inimizade, ou alguma pessoa que tinha interesse na morte dele”, explicou.

A polícia recebeu ainda a informação de que o sacerdote recebia muitos jovens em sua casa será investigada. “Iremos investigar essa informação. Precisamos tomar depoimentos para afirmar ou negar”, enfatizou.


Leia mais
Padre Pedro Gomes é encontrado morto em sua residência em Borborema
Vizinhos do padre Pedro Gomes informaram não ter visto nada
Em nota, Diocese de Guarabira lamenta morte do Pe. Pedro Gomes
Polícia localiza carro do padre Pedro em Arara; Igreja anuncia velório e sepultamento
Corpo do padre Pedro chega a Borborema e velório reúne multidão
Novo padre é designado para Borborema; veja imagens do velório
Saiba a programação do velório e sepultamento do Pe. Pedro em Guarabira


A residência em que o corpo foi encontrado estava revirada, com objetos quebrados. O carro do padre, um Fiat Strada “verde”, foi levado, juntamente com os outros objetos. A autoria do crime e a maneira como aconteceu ainda são desconhecidas pela polícia. Por volta das 10h, o local estava isolado e a perícia sendo aguardada.

 

Pedro Gomes, atualmente, administrava a Área Pastoral Nossa Senhora do Carmo de Borborema, foi idealizador do Abrigo Bom Pastor em Belém; a instituição acolhe idosos. O sacerdote tinha 50 anos. Seu aniversário seria celebrado no próximo dia 30 de agosto. Este ano completaria 24 anos de ordenação presbiteral.