Um paciente teria mordido o pescoço de um médico na noite desta segunda-feira (12) na Unidade de Pronto de Atendimento (UPA) do bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa. Segundo relato de testemunhas, o paciente, com a pressão arterial alta, foi conduzido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Os familiares estariam bastante nervosos e queriam acompanhar o paciente na área vermelha. “Eles também queriam interferir na medicação aplicada”, explicou a delegada Lídia Veloso. A equipe da UPA teria informado que isso não poderia ocorrer.  A partir daí, começou a confusão e o médico teria sofrido uma mordida na região do pescoço.

“Levamos o paciente para o interior da Upa e o mesmo informou que também tinha sido agredido. O médico pediu para que fosse a situação fosse conduzida para a Central pois queria representar contra o suspeito, assim como o paciente também desejava”, explicou um guarda municipal que atendeu a ocorrência.

Vítima e acusados foram levados para a Central de Flagrantes, onde foram ouvidos por uma delegada plantonista. Após os depoimentos, ambos foram liberados. O paciente foi autuado por lesão corporal. O nome de ambos não foi informado.

https://youtu.be/PicpSPnxyAI

https://youtu.be/3z_qFPHeoS4

ManchetePB com Portal T5