Alcione nos estúdios da Rádio Guarabira FM.

A ex-prefeita de Alagoinha, Alcione Beltrão, se manifestou nesta terça-feira (18), sobre a denúncia e a ação que foram ajuizadas pelo promotor de Justiça de Alagoa Grande, João Benjamim Delgado Neto. De acordo com a ação, foi instaurada inquérito civil público a partir de denúncia formulada na Ouvidoria do Ministério Público com o objetivo de se apurar a repercussão, no campo da improbidade administrativa, das irregularidades constatadas pelo Tribunal de Contas Estado, relativo às prestações de contas da então prefeita de Alagoinha e do então gestor do fundo municipal de saúde no financeiro de 2016.

Na nota, que pode ser conferida abaixo, a ex-gestora afirma que é perseguida por seus adversários políticos, que não poupam esforços para distorcerem os fatos, com o objetivo de evitar que o povo novamente deposite sua confiança numa gestora competente e com vontade de trabalhar.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Alcione Beltrão é uma mulher cujos serviços públicos prestados ao município de Alagoinha foram realizados com conduta moral e ética pautada nos princípios cristãos da honestidade.

Mais uma vez, Alcione é perseguida por seus adversários políticos, que não poupam esforços para distorcerem os fatos, com o objetivo de evitar que o povo novamente deposite sua confiança numa gestora competente e com vontade de trabalhar.

A denúncia agora apresentada ainda não foi sequer recebida, mas já serve de arma usada por seus adversários, que temem enfrentar nas urnas a vontade popular.

As Contas Públicas de Alcione Beltrão enquanto foi prefeita foram aprovadas pelo TCE, inclusive as de 2016 que mereceram a aprovação de todos os eminentes conselheiros do tribunal, ao considerarem sua gestão como regular.

A equipe jurídica coordenada pelo advogado Marinaldo Bezerra Pontes está à disposição da imprensa para os devidos esclarecimentos, inclusive de posse do Acórdão APL-TC 00275/19, que fornece de forma documental e oficial esclarecimento para qualquer dúvida sobre a gestão de Alcione como prefeita.

ManchetePB