A prefeita Maria Eunice, de Mamanguape, que teve o mandato cassado na manhã desta terça-feira (17) após decisão proferida pela juíza Juliana Duarte Maroja, da 7ª Zona Eleitoral, usou as redes sociais para tranquilizar a sua equipe de gestão e seus correligionários.

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) que culminou na cassação foi motivada após a divulgação de uma gravação de áudio em que a promotora Ismânia Pessoa, que também é filha da prefeita, aparece oferecendo dinheiro e cargos para que vereadores apoiassem a reeleição de Eunice em 2016.

Eunice está em Brasília e ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso, mas em áudio,  ela garante que seus advogados já estão tomando providências para que ela continue no cargo, e  demonstra estar confiante em sua vitória no TRE. Ela irá recorrer e deverá permanecer no cargo até a decisão do TRE.

 

Ouça:

Do ManchetePB