matériaO Bom Dia Brasil exibiu nesta segunda (28), uma reportagem mostrando a necessidade da construção de adutoras no brejo paraibano. A ideia é que  a água chegue normalmente  a duas cidades da região,  Areia e Dona Inês.

Areia deveria ser abastecida pela barragem Saulo Maia que parece um verdadeiro oásis, como enfatizou o repórter Bruno Sakauê, em pleno período de estiagem. São 10 milhões de metros cúbicos, em cinco quilômetros de extensão, e a água não chega á cidade que fica a 16 quilômetros da cidade.

Em Dona Inês, os moradores são obrigados a pegar água em uma lagoa que fica abaixo de uma pedreira. A água é turva e só serve para higiene doméstica.  Muitos têm que pagar carro pipa para ter água de beber.

Segundo a prefeitura de Areia, a adutora da barragem Saulo Maia deve ficar pronta em maio. E para abastecer Dona Inês, de acordo com a Cagepa, está sendo construída a adutora na barragem de Jandaia, em Bananeiras. E a obra está na fase de instalação das tubulações, segundo a prefeitura de Dona Inês.

A reportagem foi feita em quatro dias, envolvendo a equipe da sucursal do brejo da TV Cabo Branco, com imagens de Volney Andrade e produção da repórter Sílvia Torres. E a reportagem de Bruno Sakauê, da equipe João Pessoa.

ASSISTA AQUI