Paraibanos pagarão mais caro pela conta de luz
Paraibanos pagarão mais caro pela conta de luz

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a revisão tarifária da conta de energia dos paraibanos em 5,13%, o que representa um aumento de pouco mais de R$ 5 na conta dos usuários. A taxa de reajuste está abaixo da inflação registrada pelo IPCA (8,74%) e pelo IGP-M (11,63%) e começará a ser cobrada a partir do próximo domingo (28).

De acordo com a Aneel, a falta de chuvas tem prejudicado a produção nas usinas hidrelétricas e, devido a isso, as usinas térmicas, que tem o custo mais alto de produção, terão que ser usadas para suprir a demanda.

Segundo a Energisa, concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica no estado, além da falta de chuvas, estão entre os fatores que colaboram para o reajuste os custos que a distribuidora têm com a compra de energia, o transporte e os encargos setoriais.

Nas residências, o efeito do reajuste será de 5,17% e nas indústrias, de 5,04%. Portanto, o reajuste médio ficou em 5,13%. O novo valor na conta de luz vai atingir 1,36 milhão de consumidores de 216 dos 223 municípios paraibanos.

A conta pode pesar ainda mais no bolso do consumidor diante da possibilidade de retorno da bandeira amarela. “A crise energética ainda não acabou, ela apenas saiu do foco. Esse retorno da bandeira mostra que nossos reservatórios de retorno da bandeira amarela”, afirmou o presidente do conselho de Consumidores da Energisa Paraíba (CCEPB), Luiz Carlos Carvalho.