A presidenta Dilma Rousseff enfrenta neste domingo o dia mais tenso de seu Governo. Em votação histórica neste 17 de abril, o plenário da Câmara dos Deputados, presidida por Eduardo Cunha (PMDB-RJ), decide se aprova ou nega enviar o pedido deimpeachment de Dilma ao Senado, após três dias de discussão entre os 25 partidos e de intensas articulações em Brasília.

A votação em Plenário deve começar a partir das 14h e a maioria dos deputados paraibanos já declarou o seu voto. Dos 12 deputados federais do estado, nove são a favor do impeachment, dois são contra e um deles ainda não declarou o voto.

Na Paraíba, são favoráveis ao impeachment os deputados Manoel Júnior, Veneziano Vital e Hugo Motta, ambos do PMDB; Pedro Cunha Lima (PSDB); Efraim Filho (DEM); Rômulo Gouveia (PSD); Aguinaldo Ribeiro (PP); Wilson Filho (PTB); e Benjamin Maranhão (SD).

Os deputados paraibanos que declararam voto contra o impeachment são Luiz Couto (PT) e Damião Feliciano (PDT). Já o deputado Wellington Roberto (PR) ainda não declarou o seu voto.