Ofício foi protocolado junto ao Poder Executivo pelo vereador Jailson Fernandes

O vereador e presidente da Câmara de Itapororoca, Jailson Fernandes, protocolou, nesta sexta-feira (20), na Prefeitura um ofício em que cobra medidas urgentes e necessárias visando conter a proliferação do novo coronavírus (covid-19).

De acordo com a solicitação de Jailson Fernandes, a gestão, além das medidas já tomadas por parte da Secretaria de Saúde, deve providenciar o quanto antes a disponibilização de equipamentos de proteção individual para a população em geral nas unidades de saúde e servidores municipais, principalmente os enquadrados no grupo de risco e de baixa renda.

Dentre as medidas que o parlamentar pede que a gestão adote estão a disponibilização de álcool gel (70%), máscaras, luvas, funcionamento das unidades nos finais de semana e feriados enquanto perdurar a pandemia, contato telefônico com WhatsApp para que as pessoas possam tirar dúvidas.

O texto pontua ainda que seja dada publicidade as medidas de prevenção, bem como para tirar dúvidas pelos mais variados meios, como redes sociais, rádio, portais de notícias, carros de som e outros e que os profissionais que se enquadrem no grupo de risco sejam dispensadas.

Para o vereador, apesar de não ter registrado nenhum caso confirmado, apenas suspeitos na cidade, as medidas de prevenção são indispensáveis. “Não queremos criar nenhum tipo de pânico, mas, neste momento, é necessário fortalecer as formas de evitar essa doença. O Legislativo cumpre sua parte no que diz respeito aos cuidados com a saúde de todos, agora cabe ao Poder Executivo a adoção de medidas mais enérgicas”, pontuou.

Nesta quarta-feira (18), a Câmara de Itapororoca, através da Mesa Diretora, publicou uma portaria que anuncia a suspensão das sessões ordinárias e solenes visando a prevenção da transmissão do novo coronavírus, o Covid-19. A interrupção das atividades acontece a partir desta quarta-feira (19) e se estende até o dia 30.

Além das sessões ordinárias e solenes, o documento veda, “em qualquer hipótese, a abertura para atendimento externo, salvo em caso que denote urgência urgentíssima” e define o e-mail [email protected] e o telefone (83) 3294-1122 como meios de atendimento oficial durante este período. Os atendimentos presenciais se darão de forma parcial, ou seja, apenas no período da manhã.

Para o presidente, vereador Jailson Fernandes, as medidas foram necessárias, pois a prioridade é a saúde das pessoas. “Não temos como virar as costas, nem muito menos desafiar a gravidade da pandemia. Diante disso, utilizando a consciência coletiva, decidimos suspender parcialmente as atividades nesta Casa. Estaremos seguindo as orientações dos decretos dos Poderes Executivos e da saúde para esse momento, sem querer gerar qualquer tipo de pânico, apenas prevenção”, frisou.