Deputados retornam à ALPB (Foto: Divulgação)
Deputados retornam à ALPB (Foto: Divulgação)

Três suplentes de deputado já preparam as malas para deixar a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB)no próximo mês. O deputado Antônio Mineral (PSDB), por exemplo, nem mesmo vai retornar do recesso parlamentar, que se encerra em 10 dias. A permanência de Mineral no Legislativo estava atrelada à licença do titular do mandato, Ricardo Marcelo (PEN), cujo período na Assembleia acaba em 4 de julho. As informações são do Jornal da Paraíba.

A saída de Mineral representa um voto a menos para o governo do Estado, já que o parlamentar oscilava entre uma postura de oposição e apoio ao governador Ricardo Coutinho (PSB) nas votações em plenário. No retorno à Assembleia, Ricardo Marcelo deve engrossar a oposição ao governo e já negocia sua filiação a outra legenda, já que o PEN, oficialmente, está na bancada de apoio ao governo do Estado, liderado pelos deputados Edmílson Soares e Branco Mendes.

Procurado, Ricardo Marcelo explicou que estava em viagem fora do Estado e só poderia conceder entrevista no retorno. Um mês após perder a disputa pelo comando da Assembleia, o parlamentar se licenciou das atividades parlamentares para tratamento de saúde e assuntos particulares. Na atual legislatura, Ricardo Marcelo ainda não participou de nenhuma sessão ordinária.

Quem também retorna da licença no próximo mês é o deputado José Aldemir (PEN) e, assim como Ricardo Marcelo, vai continuar na oposição ao governador Ricardo Coutinho, ignorando a decisão do seu partido. “A minha postura é de independência. Os colegas sabem disso. No retorno vou dar continuidade à minha atuação parlamentar”, frisou. Com o retorno de Aldemir, quem deixa a Assembleia é Jullys Roberto (PEN), outro parlamentar que nas votações demonstrou afinidade com a bancada governista.

Questionado sobre uma possível saída do PEN, Aldemir explicou que ainda aguarda o resultado final da votação da reforma política. “Reforma que mais parece uma colcha de retalhos. Mas eu não posso fazer as coisas tempestivamente. Preciso ouvir os colegas que estão no PEN e, prioritariamente, consultar as bases políticas”, explicou.

A dança das cadeiras na Assembleia vai ser concluída com o retorno do deputado Tião Gomes (PSL) e saída de Charles Camaraense (PSL), que ocupa assento por 121 dias, desde o dia 24 de março. Neste período, o suplente reforçou a bancada governista e acompanhou a orientação do governo nas votações ocorridas no plenário. A saída do parlamentar deve ocorrer somente na última semana de julho.

Quem retorna
Ricardo Marcelo (PEN)
Licenciado desde o dia 5 de março

Tião Gomes (PSL)
Licenciado desde o dia 27 de março

José Aldemir (PEN)
Licenciado desde o dia 27 de março

Quem sai
Antônio Mineral (PSDB)
Charles Camaraense (PSL)
Jullys Roberto (PEN)