Como havia antecipado o ManchetePB, o prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB), faleceu, neste domingo (14), após sofrer um novo acidente vascular cerebral (AVC) no sábado (13). Zenóbio estava internado em um hospital privado de João Pessoa após ter testado positivo para coronavírus.

De acordo com sua filha, a deputada estadual Camila Toscano, o AVC que acometeu Zenóbio foi do tipo hemorrágico, que é quando há rompimento de um vaso cerebral, provocando hemorragia. Após o AVC, Zenóbio ficou em coma.

Atualmente, quem está a frente da prefeitura de Guarabira é o vice-prefeito, Marcus Diogo. Em maio do ano passado, Zenóbio Toscano já havia sofrido um outro AVC e ficou internado. Na época, ele passou por uma cirurgia em um hospital particular.

Repercussão
Em nota, autoridades políticas, empresarias e religiosas lamentaram a perda. Clique nos links abaixo e confira o que disseram:

Entre as homenagens, a Rádio Constelação FM, de Guarabira, ficou fora do ar por 30 minutos.

Biografia
Zenóbio Toscano nasceu na cidade de Ingá, no dia 4 de setembro de 1945, formado em Engenharia Civil, foi casado com Léa Toscano, com quem teve quatro filhos, entre eles a deputada estadual Camila Toscano (PSDB).

Zenóbio Toscano e família, no natal de 2019 (Foto: Reprodução/Redes Sociais).
Em 15 de novembro de 1982, Zenóbio Toscano foi eleito pela primeira vez para o cargo de prefeito de Guarabira. (Reprodução/Redes Sociais)

Carreira política
Zenóbio foi eleito prefeito de Guarabira pela primeira vez em 1982 com 50,44% dos votos válidos, na disputa ao lado de Jáder Pimentel (49,09%) e Ademir Leal (0,47%). Zenóbio foi eleito também em 2013 e reeleito em 2016.

Além de prefeito, ocupou por cinco vezes uma vaga na Assembleia Legislativa da Paraíba. No pleito de 1998 sua campanha foi marcada por uma grande polêmica. Em 1999 foram realizadas recontagem dos votos de deputado federal e deputado estadual nos municípios que integram a 10ª Zona Eleitoral: Guarabira, Cuitegi (atualmente não integra mais), Pilõezinhos e Araçagi. Apesar da recontagem e da anulação de alguns votos, Zenóbio não perdeu sua vaga. Nos anos 1994 e 2006, Zenóbio foi eleito o deputado estadual mais votado do Estado.

Outras funções públicas exercidas por Zenóbio foram Secretário de Estado da Infraestrutura no Governo de Ronaldo Cunha Lima e Presidente da Companhia Paraibana de Gás (PBGás) no Governo de Ricardo Coutinho, em 2011, além de fazer parte da Equipe de Transição do Governo.

Uma das últimas aparições públicas de Zenóbio em Guarabira foi na Festa da Luz em fevereiro deste ano. O político visitou o Parque de Eventos Poeta Ronaldo Cunha Lima, o que foi motivo de emoção. À época, a deputada Camila Toscano comentou sobre a presença do pai, que foi responsável pelo projeto de criação do espaço que recebe desde 2015 a Festa da Luz, uma das maiores festas de padroeiras do Nordeste.

Curiosidades
Também conhecido como ZT, após a vitória na campanha de 1982, Zenóbio Toscano passou a ser chamado pelo carinhoso pseudônimo de “gato preto”, adotado até hoje como mascote de campanha.

Zenóbio foi o engenheiro responsável pela preparação do terreno e da parte física da Rádio Cultura de Guarabira, em 1978, e também participou da fundação da Rádio Constelação FM (a qual também é sócio).

Assista a uma breve cronologia da história de Zenóbio Toscano:

Grandes obras
Formado em engenharia civil, ZT foi o responsável pela construção de grandes obras no município de Guarabira, como:

  • A construção do Ginásio poliesportivo “O Zenobão”;
  • Dezenas de escolas, creches e postos de saúde;
  • Obras de mobilidade urbana, como o calçamento, pavimentação e ampliação de ruas e construção de pontes;
  • A drenagem do Centro de Guarabira – obra orçada em aproximadamente 6 milhões de reais, com remanejamento da rede coletora de esgotos, eliminando um problema histórico de alagamentos na principal via da cidade;
  • Construção do Parque de Eventos Poeta Ronaldo Cunha Lima, que abriga a Festa da Luz – maior festa de padroeira do interior do Nordeste;
  • Construção de 1.200 casas populares no Conjunto Habitacional Jader Soares Pimentel;
  • Desativação do lixão e implantação do aterro sanitário;
  • Recuperação do histórico casarão da família Cunha Rego, que foi transformado no Casarão da Cultura – espaço que abriga o Museu da Imagem e do Som, a Galeria de Arte Naif, o Museu da Arte Popular e o Memorial dedicado à família Cunha Rego;
  • Reformas no Mercado Municipal, com a construção do Shopping Popular e Shopping dos Calçados;
  • Aquisição (na década de 80) e Reforma (em 2013) do Teatro Geraldo Alverga;
  • Implantação do programa de transporte universitário, que atende universitários de diversas cidades da Paraíba;
  • Solicitação para implantação do 3º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Guarabira;
  • Extensão do Curso de Direito na Universidade Estadual de Guarabira;
  • Estadualização da FAFIG (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Guarabira) para a Universidade Estadual de Guarabira – Campus III;
  • Curso de Pedagógia para a UFPB – Campus Guarabira;

Da Redação
ManchetePB.com